PRECATÓRIOS FORAM DISCUTIDOS NA JUSTIÇA DO TRABALHO

Servidores do Derba protestaram  no pátio do TRT da 2ª Regição, em Salvador.

Servidores do Derba protestaram no pátio do TRT da 2ª Região, no bairro de Nazaré, em Salvador.

Representante dos servidores do extinto Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia, o antigo Derba, o presidente da Asderba/Sindicato, Nilton Borges Ramos, se reuniu com o desembargador Jefférson Muricy, do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, para tratar dos precatórios – valores que o Estado deve aos cidadãos – devidos aos funcionários da extinta autarquia. Encarregado de tratar dos precatórios da 2ª entrância, Muricy ficou de conversar sobre o pagamento com o Procurador Geral do Estado, Paulo Moreno.

Por determinação do Supremo Tribunal federal (STF), as dívidas já reconhecidas pela Justiça e ainda não pagas deverão ser quitadas até o final de 2020. O dirigente da Asderba/Sindicato está confiante que, agora, os precatórios do antigo Derba poderão ser implantados, já que os Estado foram autorizados a sacar dinheiros dos depósitos judiciais para honrar este tipo de dívida.

O Derba, que no próximo ano completaria 100 anos, foi extinto em 28 de fevereiro do ano passado, como parte da reforma administrativa do governador Rui Costa, aprovada pela Assembleia Legislativa da Bahia. Depois da extinção, os servidores remanescentes reclamaram de perseguição e assédio moral. Em 25 de fevereiro passado, um protesto chegou a ser feito no pátio do prédio do TRT da 5ªegião, exigindo o cumprimento de sentenças favoráveis a direitos trabalhistas, como o pagamento de precatórios que vem se arrastando há mais de dez anos.

Facebook Comments

Comentários no Facebook