MARCOS MENDES FOI BUSCAR NO DERBA SUBSÍDIOS PARA SEU PROGRAMA DE GOVERNO EM INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE

 

Marcos Mendes (centro): “ideia é sair daqui com a base do programa em infraestrutura e mobilidade”.

 

Engenheiros e técnicos do extinto Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia, o antigo Derba, vêm ajudando o pré-candidato do PSOL a governador, Marcos Mendes, a elaborar seu programa de Governo nas áreas de infraestrutura e mobilidade. ”A ideia é que saia daqui a base do nosso programa nessas duas áreas”, admitiu Mendes, em mais uma reunião de trabalho na sede da Associação Assistencial dos Servidores da SIT e do extinto Derba, no bairro da Pituba, em Salvador.

“Com a extinção do Derba, queremos saber como ficam os problemas de infraestrutura das estradas baianas e o custo de manutenção, conservação e reparos dessas rodovias. Pelas informações preliminares, soubemos que, com a terceirização dos serviços, entregues às empreiteiras, este custo quintuplicou, com graves prejuízos para os cofres públicos”, afirmou Marcos Mendes.

Ele já disse que, se eleito, uma das suas primeiras medidas será reestruturar o Derba, extinto há três anos, junto com a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) e o Instituto Mauá, pela reforma administrativa do governador Rui Costa. Para o pré-candidato do PSOL, “a extinção do Derba e da EDBA foram equivocadas e precipitadas, já que o primeiro órgão era de vital importância para a conservação e manutenção dos quase 20 mi km da malha rodoviária estadual, e o segundo essencial para a pesquisa e extensão agrícola no Estado, agora órfãos de sua empresa depois de 50 anos de excelentes serviços prestados ao setor agrícola na Bahia”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook